Escola Secundária António Inácio da Cruz, Grândola

Available actions

Reader available actions

 

Escola Secundária António Inácio da Cruz, Grândola

Description details

Record not reviewed.

Document not available to perform requests.

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/MESG/RAE/ESAIC

Production dates

1962  to  2010 

Dimension and support

153,38 m.l.; papel

Holding entity

Secretaria-Geral do Ministério da Educação e da Ciência

Producer

Portugal, Ministério da Educação, Direção Regional da Educação do Alentejo, Escola Secundária António Inácio da Cruz, Grândola.

Biography or history

«A Escola Secundária António Inácio da Cruz foi inaugurada em 1964, concretizando os anseios do seu patrono, António Inácio da Cruz. Este nasceu em Grândola no ano de 1876 e faleceu em 1955. Filho de Francisco António da Cruz e de Maria Inácia Pereira, naturais da Abela, teve igualmente uma irmã, Ana Luísa da Costa Cruz. António Inácio da Cruz foi um homem dotado de grande cultura, pertenceu à Sociedade de Geografia, foi autor de várias patentes e publicou algumas obras como " Uma organização social mais conveniente". Apesar de autodidata foi um ser multi-facetado, tendo sido inventor, investigador, músico, entre outras coisas. Após a morte dos seus pais, a fortuna foi repartida pelos dois filhos, tendo a irmã de António Inácio da Cruz, legado os seus bens à Santa Casa da Misericórdia de Grândola. António Inácio da Cruz foi um homem reservado, mas de espírito benévolo. Mensalmente contribuía para a sopa dos pobres e semanalmente dava esmola a todos os pobres que comparecessem à porta da sua casa. Como não teve descendentes, legou o seu património ao concelho. No seu testamento deixou expressa a vontade de doar dinheiro e bens para os amigos e para todos aqueles que o tinham servido em vida. A. I. da Cruz revelou ainda através deste, a intenção de integrar os seus bens numa fundação que viabilizasse os estudos àqueles que, por impossibilidade financeira, não os pudessem concretizar. Através desta fundação, os estudantes carenciados deste concelho e que se distinguissem pelas boas notas, teriam apoio financeiro para a prossecução dos seus estudos. Ficou igualmente expressa, no testamento, a vontade de erigir e custear com os dinheiros da Fundação uma escola de ensino técnico agrícola e industrial na vila de Grândola. Para isso foi constituída uma junta diretiva formada por um representante da Câmara Municipal, dois professores do ensino oficial e dois agricultores do concelho. A fundação viria a ser criada em 7 de Setembro de 1956 e em 1964 foi inaugurada a Escola que ficou com a designação do seu patrono, António Inácio da Cruz. Efetivamente foi nesta data que se lançaram as bases da Escola Agro-Industrial, cuja atividade se estendeu até Novembro de 1970. Nesta altura foi criada a Escola Técnica de António Inácio da Cruz substituindo a anterior Agro-Industrial, mas mantendo a sua integração na Fundação anteriormente criada. Contudo em Outubro de 1977 esta Fundação viria a ser extinta. Por último, em 27 de Abril de 1978, todos os estabelecimentos de ensino passaram a ter a designação de Escolas Secundárias, mantendo as nomenclaturas anteriores. Desta forma chegamos à atual Escola Secundária António Inácio da Cruz.»

Scope and content

O fundo da Escola Secundária António Inácio da Cruz é constituído por 29 séries documentais pertencentes às secções: Administração e Gestão; Funcionamento Geral; Recursos Humanos; Recursos Financeiros; Ação Social Escolar; Informação e Comunicação; Atividade Científico-Pedagógica; Pessoal Discente; Complemento e Enriquecimento Curricular.Inclui o fundo da Escola de Desenvolvimento Rural de Grândola.

Arrangement

A organização das séries documentais inventariadas segue a estrutura adotada pela Portaria de Gestão de Documentos n.º 1310/2005, de 21 de Dezembro.

Access restrictions

Documentação sujeita a autorização para consulta.

Language of the material

Português

Physical characteristics and technical requirements

Bom estado de conservação

Location

Arquivo em fase de instalação definitiva.

Publication notes

MOGARRO, Maria João - Arquivos e Educação: a construção da memória educativa. In Sísifo: Revista de Ciências da Educação. Lisboa. N.º 1 (Set./Dez. 2006). p. 71-82.

Notes

A descrição do fundo realizada tem por base o inventário parcial realizado no âmbito do projeto BAME (Bibliotecas, Arquivos e Museus da Educação).