Relatórios descritivos e críticos referentes às Linhas Gerais da Reforma do Ensino Superior (L.G.R.E.S.)

Ações disponíveis

Ações disponíveis ao leitor

Consultar no telemóvel

Código QR do registo

Partilhar

 

Relatórios descritivos e críticos referentes às Linhas Gerais da Reforma do Ensino Superior (L.G.R.E.S.)

Detalhes do registo

Informação não tratada arquivisticamente.

Nível de descrição

Documento composto   Documento composto

Código de referência

PT/MESG/AAC/GEP-GEPAE/003/00005

Título

Relatórios descritivos e críticos referentes às Linhas Gerais da Reforma do Ensino Superior (L.G.R.E.S.)

Datas descritivas

1971-[s.m.]-[s.d.]

Dimensão e suporte

48 f., papel

Produtor descritivo

Portugal, Ministério da Educação Nacional, Gabinete de Estudos e Planeamento da Acção Educativa, Secretariado da Reforma Educativa

Âmbito e conteúdo

Relatório I. Inclui: I. Disposições Complementares. 1. Acção Social Escolar; I. Finalidades da Acção Social Escolar (Base I.1); II. Entidades Que Poderão Exercer Acção Social Escolar (Bases I.2 e I.3); III. Gestão dos Organismos Encarregados do Exercício da Acção Social Escolar; IV. Modalidades da Acção Social Escolar (Base I.4); V. Formas Complementares da Acção Social Escolar (Base I.5); VI. Em Especial, da Acção Social Referente aos Alunos Encontrados na Universidade Sem Recursos para Prosseguir os Estudos (Base F.3).2. Actividades Circum-Escolares: I. Generalidades; II. Competência das Instituições de Ensino Superior para Apoiar e Promover Actividades Circum-Escolares (Base 1.7); III. Objectivos e Modalidades das Actividades Circum-Escolares; IV. Entidades Que Poderão Desempenhar Actividades Circum-Escolares (Base I.8); V. Coordenação das Actividades Circum-Escolares e Sugestões Diversas Sobre esta Matéria; VI. Sugestões Relativas às Associações de Estudantes.I. Disposições Complementares: Sugestões preliminares comuns às duas partes do capítulo: 1. Acção Social Escolar: I. Finalidades da Acção Social Escolar (Base I.1); II. Entidades Que Poderão Exercer Acção Social Escolar (Base I.2 e I.3); 1. Generalidades; 2. Exercício da acção social escolar concentrado no Ministério da Educação Nacional; 3. Exercício da acção social escolar pela Universidade; 4. Exercício da acção social escolar por organismos privados; 5. Crítica formal às bases referentes ao exercício da acção social escolar; III. Gestão dos Organismos Encarregados do Exercício da Acção Social Escolar; IV. Modalidades da Acção Social Escolar (Base I.4); V. Formas Complementares da Acção Social Escolar (Base I.5); VI. Em Especial da Acção Social Referente aos Alunos Entrados na Universidade Sem Recursos para Prosseguir os Estudos (Base F.3): 1. Colocação desta base; 2. Crítica substancial; 2. Actividades Circum-Escolares: I. Generalidades; II. Competências das Instituições de Ensino Superior para Apoiar e Promover Actividades Circum-Escolares (Base I.7); III. Objectivos e Modalidades das Actividades Circum-Escolares; IV. Entidades Que Poderão Desempenhar Actividades Circum-Escolares (Base I.8); V. Coordenação das Actividades Circum-Escolares e Sugestões Diversas Sobre Esta Matéria; VI. Sugestões Relativas às Associações de Estudantes (Base I.8): 1. Crítica à referência escassa contida nas Linhas Gerais; 2. Propostas relativas à estruturação e funcionamento das Associações de Estudantes.

Condições de acesso

Consulta disponível no Serviço de Leitura, mediante requisição prévia.

Cota atual

MESG, rel. I, cx. 3236

Características físicas e requisitos técnicos

Bom estado de conservação

Localização

Depósito de Camarate