Escola Secundária de Estarreja

Available actions

Reader available actions

 

Escola Secundária de Estarreja

Description details

Record not reviewed.

Document not available to perform requests.

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/MESG/RAE/ESE

Production dates

1973-11-11  to  2008-02-18 

Descriptive dates

1965-[s.m.]-[s.d.] / 2010-[s.m.]-[s.d.]

Dimension and support

133,65 m.l; papel

Holding entity

Secretaria-Geral do Ministério da Educação e da Ciência

Producer

Portugal, Ministério da Educação, Direção Regional da Educação do Centro, Escola Secundária de Estarreja.

Biography or history

Em Outubro de 1923, o Padre Donaciano Abreu Freire funda uma escola de ensino secundário em Estarreja - o Externato de Estarreja. Este manteve-se durante 8 anos, ao fim dos quais o edifício se tornou pequeno perante o crescente número de alunos. No sentido de dar resposta a esta nova realidade fundou-se, então, em 1931, o Colégio D. Egas Moniz, homenageando, assim, a figura do aio de Afonso Henriques, símbolo histórico de honra e lealdade, “o primeiro educador português”, nas palavras do Pe. Donaciano. Em 25 de Janeiro de 1944 é concedido pelo Ministério da Educação o alvará n°809, que autoriza o funcionamento do que passou a chamar-se Colégio D. Egas Moniz. A partir de 1950, por despacho ministerial de 13 de Fevereiro, o colégio passou a designar-se Externato D. Egas Moniz. Em fins de 1958, dada a exiguidade do edifício, pensa-se na construção de um novo, inaugurado no ano letivo de 1960/61.Em 1965/66, no edifício da Fontinha, é entretanto criada a secção de Estarreja da Escola Industrial de Ovar. Esta secção veio a suprir as necessidades de alunos que, com poucos recursos económicos, estavam até então impossibilitados de frequentar tanto o Externato D. Egas Moniz, como a Escola Industrial a Comercial de Ovar ou o Liceu de Aveiro. A partir de 1970, para além dos Cursos Gerais de Mecânica, de Eletricidade e de Formação Feminina, a Escola passou a ministrar também o Curso Geral de Comércio. Em 1971/72 deixou de ser Secção de Ovar, autonomizando-se com a designação de Escola Industrial e Comercial de Estarreja. Em 1972, em plena Reforma Educativa de Veiga Simão, com a tendência para a oficialização de um considerável número de colégios particulares no país e a reconhecida insuficiência das perspetivas do ensino técnico, que limitava o acesso ao ensino superior dos alunos, começa a manifestar-se o desejo da criação do Ensino Liceal oficial em Estarreja, vindo este a ser inaugurado em 1973. O Liceu nunca chegou, no entanto, a funcionar como tal, fundindo-se com a Escola Industrial e Comercial e dando origem a uma das primeiras escolas secundárias do país: a Escola Secundária de Estarreja. Esta começou a funcionar em pleno nas atuais instalações no ano letivo de 1985/86.Apresenta uma oferta formativa diversificada (ensino secundário, regular e profissional) para dar resposta à multiplicidade de interesses vocacionais dos jovens dos concelhos de Estarreja e Murtosa e de localidades pertencentes a concelhos limítrofes, tendo em conta o contexto socioeconómico da região. Recebe ainda um número considerável de alunos do 3º ciclo, quer no ensino regular, quer de Cursos de Educação Formação (CEF), Tipo II. São também administrados na Escola o Curso de Educação e Formação de Adultos (EFA) do ensino básico, o recorrente do ensino secundário e o Curso de Especialização Tecnológica (CET), este último em parceria com a Universidade de Aveiro. A Escola integra também um Centro de Novas Oportunidades (CNO de Antuã) e dá particular atenção ao ensino de português para estrangeiros.

Scope and content

O fundo da Escola Secundária de Estarreja é constituído por 23 séries documentais pertencentes às secções: Administração e Gestão; Funcionamento Geral; Recursos Humanos; Recursos Financeiros; Ação Social Escolar; Atividade Científico-Pedagógica; Pessoal Discente.

Arrangement

A organização das séries documentais inventariadas segue a estrutura adotada pela Portaria de Gestão de Documentos n.º 1310/2005, de 21 de Dezembro.

Access restrictions

Documentação sujeita a autorização para consulta.

Language of the material

Português

Physical characteristics and technical requirements

Bom estado de conservação.

Location

Arquivo em fase de instalação definitiva.

Related material

"Relatórios de actividades escolares dos reitores dos liceus"."Relatórios de actividades dos professores".

Publication notes

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ESTARREJA - Projecto Educativo 2009-2013 [Consult. 1 Mar. 2010]. Estarreja: ESE, 2009. MOGARRO, Maria João - Arquivos e Educação: a construção da memória educativa. In Sísifo: Revista de Ciências da Educação. Lisboa. N.º 1 (Set./Dez. 2006). p. 71-82.

Holding entities of associated archival units

Portugal. Ministério da Educação. Secretaria-Geral. Direção de Serviços de Documentação e de Arquivo

Notes

A descrição do fundo realizada tem por base o inventário parcial realizado no âmbito do projeto BAME (Bibliotecas, Arquivos e Museus da Educação).