Escola Secundária com 3.º Ciclo Rainha Santa Isabel, Estremoz

Available actions

Reader available actions

 

Escola Secundária com 3.º Ciclo Rainha Santa Isabel, Estremoz

Description details

Record not reviewed.

Document not available to perform requests.

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/MESG/RAE/ES3RSI

Descriptive dates

1930-[s.m.]-[s.d.] / 2009-[s.m.]-[s.d.]

Dimension and support

203,23 m.l.

Holding entity

Secretaria-Geral do Ministério da Educação e da Ciência

Producer

Portugal, Ministério da Educação, Direcção Regional da Educação do Alentejo, Escola Secundária Rainha Santa Isabel, Estremoz.

Biography or history

"1924 Fundação da Escola de Artes e Ofícios de Estremoz, a funcionar no 1º andar do atual edifício do Museu Municipal, no Largo do Castelo.1925-29 Os docentes trabalhavam gratuitamente para que a instituição vingasse.1930 Elevação deste estabelecimento de ensino à categoria de Escola Industrial, sendo-lhe atribuída a designação oficial de Escola Industrial António Augusto Gonçalves. Neste período, sob a direção do docente Luís Fernandes, as instalações foram transferidas para a rua da Pena, para o edifício onde hoje se encontra o Centro Paroquial de Stª Maria. Nela estavam matriculados 40 alunos.1949 A Escola Industrial António Augusto Gonçalves é transferida provisoriamente para o antigo Palácio Real do Castelo (antiga Sala de Armas de D. João V, hoje Pousada Rainha Santa Isabel). Esta situação perdurará até 1964. A frequência deste estabelecimento aproximava-se então do meio milhar de alunos.1962 Conclusão das obras de um novo edifício escolar.13/04/1964 Durante o mandato do Diretor Peres Claro, e graças a muitas diligências suas, é inaugurado o edifício atual, construído de raiz para o efeito. 1963/64 Durante a semana que se seguiu à inauguração, ocorre a transferência de todo o equipamento e material para o novo edifício. O número de alunos matriculados era então cerca de 650 alunos.Foi docente, neste período, o poeta e escritor Sebastião da Gama, que se destacou pelos seus métodos pedagógicos inovadores.1974/75 A Escola volta a mudar de designação, passando a ser conhecida por Escola Secundária de Estremoz, à qual é anexada neste ano a Secção Liceal de Estremoz do Liceu Nacional de Évora (o qual funcionava desde o ano letivo 1971/72).1986 O número de alunos matriculados ultrapassa os 1400 alunos.1987 Em 2 de Abril deste ano sai a Portaria que define nova designação - Escola Secundária da Rainha Santa Isabel.1999/00 Entra em vigor o novo modelo de gestão, que obrigou à reformulação de alguns órgãos intermédios de gestão.2000/01 Implementação da Gestão Flexível de Currículo no 7º ano, tornando-se a primeira Escola Secundária da Direcção Regional de Educação do Alentejo com esta nova modalidade curricular."

Scope and content

O fundo da Escola Secundária Rainha Santa Isabel é constituído por 46 séries documentais pertencentes a 8 secções: Administração e Gestão; Funcionamento Geral; Recursos Humanos; Recursos Financeiros; Ação Social Escolar; Atividade Científico-Pedagógica; Pessoal Discente, Complemento e Enriquecimento Curricular.

Arrangement

A organização das séries documentais inventariadas segue a estrutura adotada pela Portaria de Gestão de Documentos n.º 1310/2005, de 21 de Dezembro.

Access restrictions

Documentação sujeita a autorização para consulta.

Language of the material

Português

Physical characteristics and technical requirements

Bom estado de conservação

Location

Arquivo em fase de instalação definitiva

Related material

"Relatórios de actividades escolares dos reitores dos liceus".pode ser consultado em www.sg.min-edu.pt/docs/directores_3_jms.pdf;"Relatórios de actividades dos professores".

Publication notes

MOGARRO, Maria João - Arquivos e Educação: a construção da memória educativa. In Sísifo: Revista de Ciências da Educação. Lisboa. N.º 1 (Set./Dez. 2006). P. 71-82.

Holding entities of associated archival units

Portugal. Ministério da Educação. Secretaria-Geral. Direcção de Serviços de Documentação e de Arquivo

Notes

A descrição do fundo realizada tem por base o inventário parcial realizado no âmbito do projeto BAME (Bibliotecas, Arquivos e Museus da Educação).